Vias de Administração


A administração de medicamentos deve ser realizada com eficiência, segurança e responsabilidade, a fim de que sejam alcançados os objetivos da terapêutica implementada. As drogas podem ser em sua maioria, administradas por uma variedade de vias. A escolha da via apropriada em determinada situação depende tanto da droga quanto de fatores relacionados ao paciente.

 

Cada medicamento tem sua forma de administração indicada e deve ser seguida rigorosamente.

 

Principais Vias de Administração

 

Administração Enteral

Recebe a substância via trato digestivo – pela boca.

Via Oral: Esta via é considerada a mais conveniente para administrar-se um medicamento, devido ao fato de que a deglutição é um ato natural, realizado todos os dias nas refeições. A administração oral é contra-indicada em pacientes inconscientes, com náuseas e/ou vômito, bem como naqueles incapazes de engolir. Ver modelo de seringa enteral.

 

Administração Parenteral 

Esta via é indicada para administração de medicamentos a pacientes inconscientes, com distúrbios gastrointestinais e nos pacientes impossibilitados de engolir. É indicada ainda quando se espera uma ação mais rápida da droga, na administração de medicamentos que se tornam ineficientes em contato com o suco digestivo. A via parenteral consiste na administração de medicamentos através das seguintes vias:

 

IntradérmicaI.D.: São aplicadas rente à pele, entre a derme e a epiderme, a agulha não chega a camadas profundas. Geralmente é aplicada no músculo deltóide do braço. Um exemplo clássico de vacina intradérmica é a BCG.

 

SubcutâneaS.C.: São aplicadas na hipoderme, no tecido subcutâneo. Os locais para injeção S.C incluem as regiões superiores externas (braços), o abdômen, a região anterior das coxas e a região superior do dorso.

 

Intramuscular – I.M.: Administração direta do injetável na massa muscular. Esta via permite a administração de medicamentos em soluções aquosa e oleosa. É a via mais apropriada quando se trata de vacinas com soluções mais irritantes, pois a região dentro dos músculos tem menos sensibilidade que as camadas da pele. 

 

Intravenosa (IV) ou endovenosa (EV):A administração intravenosa ou endovenosa é efetuada introduzindo o medicamento diretamente na veia, na corrente sanguínea. Por estas vias se administram na maioria das vezes preparações aquosas, em menor caso as suspensões aquosas ou emulsões de óleo em água.

 

Ver tabela de indicações de agulhas